quarta-feira, 21 de setembro de 2016

EMILIAN PUGATCHEV NA SEARA DOS NOTÁVEIS



Emilian Ivanovitch Pugatchev (Zimoievskaia 1742 – Moscou 1775) revolucionário russo, foi líder da maior rebelião camponesa da história russa que se tem notícia. Filho de um cossaco, pequeno proprietário de terras, em 1758 foi à Prússia numa expedição militar, por ocasião da primeira guerra imposta por Catarina II à Turquia, entre 1768 e 1774, participando do cerco de Bender. Depois disso passou três anos vagando já que foi considerado inválido. Em 1773 se autoproclamou imperador, com o título de Pedro III. Segundo afirmava teria escapado com seus companheiros às perseguições de sua suposta esposa Catarina II. Assegurava que daria liberdade aos cossacos e internaria Catarina num convento. Suas ideias propagaram-se e no início de 1774 já tinha sob o seu domínio o Volga, os Urais e subjugado a cidade de Kazan. Panin, conquistador de Bender foi enviado para combatê-lo, entretanto foi massacrado impiedosamente, juntamente com suas tropas. Apenas em agosto de 1744, Pugatchev e seus homens foram derrotados pelo general Mikhelson, enviado à prisão em Moscou e executado no dia 22 de janeiro de 1775.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

BELÉM: ONTEM E HOJE




Registro 1: Seminário Teológico Batista Equatorial, no inicio da BR-316, no Entroncamento, vendo-se, ainda, a imponente castanheira que lá existia. Autor e ano de registro desconhecidos. 


Registro 2: Mesmo local sem, evidentemente, a frondosa castanheira, agora com intenso trânsito, próximo a um dos shoppings da cidade. Por Enzo Carlo Barroco. Ano: 2016.



CERTAMENTE A CHUVA AINDA VEM